Recorrer para suspender os pontos e continuar dirigindo.

Em caso de o motorista recorrer da infração que recebeu, os pontos ficam suspensos e só passam a contar a partir do julgamento final do recurso.

Se  o motorista já acumula 18 pontos na carteira e esses pontos irão prescrever – deixar de valer – no dia 1º de junho.

E  é multado por uma infração gravíssima (7 pontos).

O motorista profissional terá  a habilitação suspensa por superar os 20 pontos permitidos no prazo de 12 meses, já que seus 18 pontos somados com os 7 pontos da última infração alcançam 25 pontos.

Como fazer para não suspender a habilitação?

A única forma de evitar que esse motorista tenha sua habilitação suspensa é recorrendo, para que os pontos da multa recorrida fiquem suspensos, aguardando o recurso ser analisado.

Enquanto é analisado o recurso, se ganha tempo para que os pontos que já havia recebido deixem de valer, pois de certo esse processo pode levar mais de 12 meses.

Quando não há abordagem é possível transferir a multa para outro condutor e, construtivamente,  transferir também os pontos.

Foto: Projetado por Jcomp – Freepik.com

Linda Ostjen
Advogada, licenciada em Letras pela PUC/RS, bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da PUCRS, com especialização em Direito Civil pela UFRGS e Direito de Família e Sucessões pela Universidade Luterana (ULBRA/RS), Mestre em Direitos Fundamentais pela Universidade Luterana.
Escritório em Porto Alegre/RS, Av. Augusto Meyer, 163 conj. 304.

Anúncios