Como lidar com uma pessoa cínica na vida e em um processo judicial. É comum ter que consolar o cliente diante da mentira.

E, nesta época, há quem voltou das festas de final de ano com novas nada positivas.

Hoje atendi uma moça que, desconfiada, olhou o whatsApp do marido. Foi surpreendida com as declarações de amor dele à sua estagiária. Declarações iguais as que fazia para a minha cliente. Inclusive se percebe que o homem copia e cola as mensagens de amor. O presente de  natal para a esposa foi um carro zero. E ele parecia apaixonado pela mulher. Antes do final do ano viajaram por três meses para a Europa a fim de angariar a dupla cidadania dela. Ele publicou dezenas de fotos deles…o casal apaixonado. Ele sinalizava grande  amor por ela e demonstrava ser um homem realizado.

Atendi outra mulher que divorciou para ficar com um sujeito. No aeroporto, na volta de uma viagem romântica do casal ele trocava mensagens com uma colega de trabalho. Ela viu. Ele escondeu o telefone da companheira e ele disse que a “Sabrina” era O seu chefe. Detalhe: ele publica poema erótico da Adélia Prado para a Sabrina no facebook, onde diz amá-la, “O amor feinho”.

Outra me trouxe a notícia que o seu “apaixonado”  e ciumento deu em cima de mulher na na frente dela. Iam na academia juntos até que em uma manhã ele ficou hipnotizado pelo derrière de uma mulher e após 45 minutos de contemplação devotada, ele foi atrás dela.

Ele esqueceu que estava acompanhado, lançou o olhar 43  e chegou junto. Iniciou paquera forte e perguntou a pressão arterial dela, o nome do seu médico, os exames realizados pela mulher e explicou os exames dele tb para ela, aproveitando o gancho da conversa dela exclusiva com o professor da academia, mas ele estava atento em qualquer movimento da mulher aproveitou a deixa. Com  enorme interesse ele perguntou até sobre os remédios da pressão que a mulher da bunda usava. E, ao final, ofereceu seu médico.  Faminto queimou o instrutor da academia, sugeriu ele mesmo um treino específico para a bunda.

Pobre coitado e refém dos próprios  instintos estava em total desespero pela mulher da academia. O cara esqueceu de respeitar a sua mulher que estava ali humilhada. Por uma bunda  ele perdeu a razão, todo o amor dele foi para o ralo e as combinações do casal fluíram por água abaixo.

O cínico não tem respeito nem por si mesmo e não perde tempo com alguma ética ou moral.

Sei que vou atender mais umas pessoas com problemas semelhantes até acabar o verão.

Assim, segue abaixo um texto que explica a patologia do sujeito que engana.

E espero que você não tenha essa experiência. É bem triste.

“O cinismo é algo que afeta a sociedade e a moral social. O efeito do cinismo retrata-se em uma imprudência descarada que prejudica uma outra pessoa.

Para se defender do cinismo de uma pessoa é preciso saber identificá-lo.

Lidar com uma pessoa cínica requer paciência, tolerância e um entendimento de que não podemos mudar essa pessoa.

É impossível fazer alguém agir como gostaríamos, sem que a mesma tenha o desejo de mudar e se comportar de modo diferente.
 O que é uma pessoa cínica? Quais suas caraterísticas? Uma pessoa cínica, em sua totalidade, é inteligente e com humor elevadíssimo. Tem a capacidade de observar a realidade do ambiente que a cerca e de conhecer e perceber um acontecimento rapidamente.

Muitas vezes o cínico trata as pessoa como se elas fossem simples objetos. Na realidade essa pessoa nega a si mesma.

Em uma entrevista para a revista Viver, de abril de 2001, o psicólogo Jadir Lessa explicou que “o cinismo é uma negação da natureza humana”.
 Lidar com o cinismo nunca foi e não é uma tarefa fácil. Porque atrás de um cínico tem um ser humano, uma pessoa que não é forte, que não acredita no potencial que ela tem. Muitas vezes são frustradas, acreditam que não poderão receber amor do próximo e nem dar.

Segundo o minidicionário Larousse, “cínico é uma pessoa desavergonhada, debochada, sem amor, sem pudor, descarado, alguém que não tem senso de respeito.

Essa pessoa pode estar perturbando outras e o bem-estar delas.
Como podemos lidar com esse tipo de pessoa para sermos protegidos e sinceros com elas?

Nunca desejar ser alvo da pessoa cínica. Como assim? Não faça qualquer comentário sobre ela para outras pessoas do mesmo convívio, seja no ambiente familiar ou no ambiente de trabalho (ele vai atrás e prometerá bater em você, pois o cínico é sem argumento e não assume os próprios atos). Não pense nela. Procure ao máximo ter uma vida discreta, mesmo que você tenha que trabalhar no mesmo ambiente dela.

Nunca faça comentários sobre sua vida e a de seus familiares, principalmente para aquelas pessoas que também são supostamente amigos dela e fazem parte do mesmo ambiente social.

• Nunca bata de frente com ela, mesmo que ache estar com a razão. O que você falar servirá de veneno contra você. Embora não fale nada contra seu próximo, uma pessoa cínica é capaz de visualizar e enfeitar toda uma frase do modo que ela quer.

• Mantenha-se atento sobre as várias reações dessa pessoa em diversas situações. Caso ela fale constantemente de outras pessoas de modo negativo, nunca em momento algum diga sim ou não a respeito. Quando se fala: “esteja atento!”, não significa que você será um espião da pessoa cínica, apenas seja cauteloso.

• Saiba selecionar as pessoas que você deseja que façam parte da sua vida.

Por fim, recorde que por trás de um pessoa cínica existe um ser humano. Uma pessoa que muitas vezes não percebe que é cínico e que usa de cinismo para se defender e esconder o mesmo dela.  O que devemos fazer é buscar a moral e o amor ao próximo para não cometermos atos de cinismo e saber lidar com a situação de modo prudente.”
Fonte: https://familia.com.br/6019/como-lidar-com-uma-pessoa-cinica

Linda Ostjen
Advogada, licenciada em Letras pela PUC/RS, bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito da PUCRS, com especialização em Direito Civil pela UFRGS e Direito de Família e Sucessões pela Universidade Luterana (ULBRA/RS), Mestre em Direitos Fundamentais pela Universidade Luterana.
Escritório em Porto Alegre/RS, Av. Augusto Meyer, 163 conj. 304.
Email: linda@ostjen.com

Anúncios