A GM se comprometeu a pagar US$ 1 milhão por morte.

Chave pode girar com carro em movimento e cortar sistemas do carro (Foto: AP Photo / Molly Riley)

O fundo de compensação da montadora americana General Motors (GM) aumentou  para 121 o número de vítimas mortais causadas por um defeito do sistema de ignição de seus veículos, que afeta modelos vendidos na América do Norte. Nenhum é comercializado no Brasil.

Estabelecido em 2014 depois de a GM ter reconhecido publicamente a existência do problema em 2,6 milhões de automóveis, o fundo também aprovou oito novas reivindicações por lesões.

O advogado Kenneth Feinberg, que administra o fundo de forma independente, disse que já foram aprovadas compensações em 14 casos de lesões muito graves (tetraplegia, paraplegia, amputações dupla de extremidades, dano cerebral permanente ou queimaduras graves). Já as lesões de menor gravidade geraram 237 compensações às vítimas.

A GM se comprometeu a pagar US$ 1 milhão por morte reconhecida pelo fundo de Feinberg. A fabricante reservou, além disso, US$ 550 milhões para atender as reivindicações das vítimas.

No total, o fundo recebeu 4.342 solicitações de compensação, das quais 474 foram por morte, 289 por lesões muito graves e 3.579 por ferimentos menos graves. Os números estão sendo revisados pelo advogado e podem subir nas próximas semanas.

A GM reconheceu inicialmente que o defeito tinha causado apenas a morte de 13 pessoas nos Estados Unidos e Canadá, apesar de as próprias autoridades americanas questionarem os dados da empresa.

Defeito


Uma falha na ignição (sistema de partida) dos veículos pode fazer com que eles desliguem “do nada”, mesmo enquanto estão em movimento e, consequentemente, sejam desligados outros sistemas, como o dos airbags.

Saiba mais
Dona de carro recebeu e-mail sobre defeito 3 dias antes de acidente fatal

No Brasil, comandante da GM diz que escândalo de recalls ‘ficou para trás’

Segundo a montadora, o problema está no local onde é colocada a chave: qualquer tipo de peso extra, além da chave em si (como um chaveiro grande), aliado a um grande solavanco no carro (causado por colisões, por exemplo) pode fazer a chave mudar de posição, desligando o motor e os sistemas elétricos.

A GM já convocou cerca de 15 milhões de veículos vendidos na América do Norte, fabricados entre 1997 e 2014, que incluem as marcas Chevrolet, Pontiac, Saturn, Buick, Cadillac e Oldsmobile. Nenhum deles é comercializado no Brasil.

https://goo.gl/oVVWDH

 

Anúncios