Ação judicial foi movida por consumidor que comprou um Onix com defeito nos pistões e não recebeu solução no prazo legal de 30 dias

Indenização é de mais de R$ 68 mil, preço do Onix corrigido e com juros.

Um consumidor venceu um processo contra a General Motors depois de ter adquirido um Chevrolet Onix LT 1.4 2012/2013 zero-km com defeitos de fábrica, que não foram solucionados dentro do prazo legal de 30 dias.

De acordo com informações divulgadas pelo escritório de advocacia que levou a causa à Justiça, o hatch apresentou problemas nos pistões e, diante das queixas de seu dono, a concessionária Rumo Norte Congonhas e a montadora não fizeram os reparos necessários, nem devolveram os R$ 38.370 que haviam sido pagos pelo carro – soluções que são previstas pelo Código de Defesa do Consumidor em caso de produto defeituoso.

A ação judicial obteve a condenação das duas rés em pagar ao consumidor mais de R$ 68 mil, correspondentes ao valor do carro com atualização monetária e aplicação de juros de 1%. Ambas recorreram e foram derrotadas no Tribunal de Justiça de São Paulo, ainda segundo informa o escritório de advocacia. A General Motors não foi encontrada para comentar o caso.

Até o fechamento dessa reportagem, a General Motors do Brasil não havia prestado nenhuma informação sobre esse caso – após diversas tentativas de contato.

https://goo.gl/YbWzRo

Anúncios