Acusado de matar eletricista
irá responder criminalmente na Justiça


O Juiz Maurício Ramires, da 1ª Vara do Júri da Capital, aceitou a denúncia ofertada pelo Ministério Público contra homem acusado de matar Alexandre Farias de Vargas, funcionário da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE). O réu responderá pela prática do delito de homicídio qualificado, por utilizar recurso que dificultou a vítima e motivo fútil.

Além disso, o magistrado negou o pedido de revogação da prisão preventiva.

O caso

Na tarde do dia 25/10, no Bairro Espírito Santo, o Eletricista Alexandre Farias de Vargas – funcionário da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) – realizava seu trabalho, junto com colega, em frente à casa do acusado. O carro da empresa estava estacionado em frente à garagem e o proprietário solicitou a retirada do veículo. A vítima então teria pedido para que aguardasse um momento, pois precisava descer o cesto da caminhonete para retirá-la do local. O réu então teria retornado para dentro de casa e, quando voltou à rua, disparou contra o peito da vítima, usando um revólver calibre .38. Após, entrou em um carro e fugiu do local.

Proc. 21700933726 (Comarca de Porto Alegre)

Fonte: Site do TJR

Anúncios