Caso sério: Comprei um Corola lindo, impecável. Fiz seguro.  Mas passou uns  dias e o  seguro alega que o carro é de leilão.

Resposta:

É legal comercializar um veículo que tenha sido objeto de leilão, não há impedimento desde que o Detran tenha liberado o veículo para rodar.

O problema é você comprar este carro, sem saber disso. O vendedor deveria ter lhe informado a procedência do automóvel e não o fazendo, deverá se responsabilizar por todo e qualquer dano.

É a negligência cometida por quem lhe vendeu o veículo, omitindo a informação de que o carro havia sido comercializado anteriormente em leilão, configura a violação à boa-fé objetiva e autoriza o exercício do direito de rejeição do bem com vício redibitório. Nesse caso, preserva-se o dever de lealdade e probidade dos contratantes, pois se fosse conhecida a situação negligenciada, não se realizaria o negócio jurídico ou seria concluído com preço inferior.

Assim é fundamental procurar um advogado que fará a propositura de ação judicial para anulação do contrato de compra e venda do veículo, e, assim, incubindo ao vendedor a restituição dos valores recebidos, sem qualquer ressalva. Vale também ressaltar que eu, por exemplo, entendo que você tem direito a um pedido de indenização por danos morais, por não ter sido suficientemente informada quando da compra.

Anúncios