Autor de ofensas terá que pagar indenização à ex-namorada. Caso ocorreu em frente a um supermercado de Epitaciolândia, em 2013

A Justiça do Acre manteve, esta semana, a condenação de um homem ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 15 mil por ofender a ex- namorada durante uma discussão por ciúme, em dezembro de 2013, na cidade de Epitaciolândia (AC), distante 230 km de Rio Branco. Segundo o que consta no processo, a vítima levou o caso à Justiça após ter sido chamada de ‘galinha’ e ‘vagabunda’ publicamente.

O caso, segundo a Justiça, ocorreu em frente a um supermercado da cidade acreana e foi presenciado por várias pessoas. Em sua sentença, a juíza Joelma Nogueira ponderou que “diante das provas testemunhais produzidas durante a instrução processual restou claro que o reclamado ofendeu deliberadamente a reclamante”.

O homem recorreu da decisão da magistrada, alegando que os fatos jamais aconteceram e que a ex foi à Justiça por ‘vingança’, ao não se conformar com o fim da relação. No entanto, o relator do recurso, juiz José Augusto, rejeitou as alegações.

O magistrado votou pelo improvimento do recurso, sendo acompanhado, à unanimidade, pelos demais juízes que compõem a 2ª Turma Recursal e, desse modo, ficou mantida a condenação do apelante ao pagamento de indenização por dano moral, como determinado originalmente pelo Juizado Especial Cível da Comarca de Epitaciolândia.

Fonte: https://goo.gl/AoWVDV

Anúncios