Duas ações judiciais foram encabeçadas por consumidores, uma delas na Califórnia e outra na cidade de Chicago

Apple está enfrentando dois processos nos Estados Unidos após revelar que uma programação no sistema operacional dos iPhones diminui a velocidade de funcionamento conforme os aparelhos ficam mais velhos. As ações judiciais foram encabeçadas por consumidores de Los Angeles e Chicago.

A redução na velocidade atinge os modelos iPhone 6, 6S, SE e 7.

No caso dos três primeiros modelos, a mudança foi feita por meio de uma atualização disponibilizada no ano passado – para o iPhone 7, a alteração ocorreu com a liberação do iOS 11.2. De acordo com a empresa, há planos de implementar a redução de velocidade para outros produtos no futuro.

Processos

Na Califórnia, Stefan Boganovich e Dakota Speas, moradores de Los Angeles, alegam danos financeiros – eles são donos de iPhones 7 e 7S, mas já compraram modelos anteriores. Na ação, eles citam a perda de valor econômico dos aparelhos e custos com a compra de novas baterias como motivos para receber uma compensação da Apple.

Ainda segundo eles, usuários do iPhone nunca teriam consentido com tal atitude da empresa – na quarta-feira a Apple alegou que uma das razões para a diminuição da performance é prolongar a vida útil dos dispositivos.

O advogado James Vlahakis, que defende os consumidores de Chicago, disse ao jornal local Sun-Times que a Apple violou a lealdade dos clientes, forçando muitos a pagarem por um novo iPhone. “As corporações têm que perceber que quando as pessoas gastam seus dólares em um produto, elas esperam que a performance seja conforme o esperado”, disse Vlahakis. “Em vez disso, a Apple parece ter ocultado o motivo dos telefones antigos estarem ficando lentos.”

O processo afirma que a Apple “desnecessariamente sujeita os consumidores a comprarem iPhones mais novos e mais caros quando uma bateria de reposição poderia ter permitido aos consumidores continuarem usando seus iPhones mais antigos”. Nesse caso, os clientes também solicitam uma compensação financeira da Apple, mas a quantia não foi especificada.

Procurada, a Apple do Brasil afirmou que a empresa não vai comentar o fato.

Foto: https://goo.gl/J95JcV

Fonte: https://goo.gl/xbQsWL

Anúncios