Formalizar a escritura de união estável traz benefícios financeiros e mais segurança ao casal.

O companheiro pode ser incluído em planos de saúde, odontológicos e de lazer.

O companheiro também tem direito a receber pensão do INSS em caso do morte do outro, desde que a convivência seja provada.

A união estável autoriza o recebimento integral do seguro DPVAT caso o companheiro se acidente.

Além disso, os dois parceiros têm direito a receber a herança do outro.

Em termos jurídicos, traz mais segurança. Com a escritura pública feita em cartório, é possível obter uma segunda via do documento — chamada certidão — a qualquer momento, sempre que for necessário.

Por fim, a união estável pode ser feita por um casal formado por parceiros do mesmo sexo, que é também denominada de  “união Civil”.

Solicitá-la é forma de garantir que os dois tenham segurança judicial e proteção em âmbito patrimonial, afinal é uma declaração com data de início, com regime de bens e outras avenças, como, por exemplo, a proibição de um dos companheiro contrair empréstimos sem a assinatura ou anuência do outro.

Anúncios