Quero viajar no final do ano. O que posso  fazer?

Então você combinou em viajar nas festas, tem uma formatura, uma festa, um encontro  ou tem um compromisso, está pronto para sair, malas no carro, pega as chaves do carro, checa a carteira e percebe: ​perdi minha CNH!​

E agora? O que eu vou fazer?

Você pode ficar furioso, chamar seu advogado ou até mesmo chamar a sua mãe.

A Verdade é que você deve ficar calmo apesar de estar com  raiva.

Deves estar tranquilo porque a medida mais eficaz e rápida é você lembrar conde está a sua  querida carta de motorista.

Não encontrou.

Esqueça a viagem agora. Ou peça para outra pessoa devidamente habilitada conduzir o carro.

É um requisito para dirigir estar com a sua carteira de motorista.

Bem, agora você deve fazer o seguinte:

  • Registre o Boletim de Ocorrência
    A primeira coisa que você precisa fazer é ​registrar um boletim de ocorrência (BO)​ na Polícia Civil. O  BO também pode ter um ​caráter preventivo​ quando comunicamos o extravio de documentos, objetos ou dinheiro.
  • Por que preventivo? Porque os documentos podem cair em mãos de pessoas ​mal intencionadas​.
  •  É possível fazer o boletim de ocorrência online,  pela internet. Cada estado tem o seu sistema para o ​registro online ​de boletim de ocorrência. O boletim de ocorrência eletrônico tem a mesma ​validade legal​ daquele que é emitido quando você comparece pessoalmente a uma delegacia.Nesse caso, cada estado tem suas regras. Na maioria, você pode registrar o ​furto ou extravio de documentos​, mas não o roubo.
  • Encaminhar a segunda via​ da carteira nacional de habilitação. Então acesse o site do Detran do seu estado para verificar os documentos solicitados. Aqui no meu estado, o ​Rio Grande do Sul​, segundo o site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), é necessário, para tirar a segunda via da carteira de motorista são necessários os seguintes documentos:
  • Carteira de Identidade, original e cópia (tendo sido este expedido pelo Departamento de Identificação do RS, poderá ser apresentado em cópia simples. Tendo sido emitido por qualquer outro órgão expedidor, será exigida a apresentação de cópia autenticada);
  • CPF (original e cópia), dispensando-se este documento se o número constar na Carteira de Identidade;
  • Comprovante de residência (original e cópia) – Os CFCs já estão realizando a captura digital de imagens, assim, NÃO é mais necessário levar fotos.
  • Boletim de Ocorrência informando roubo, perda ou extravio da habilitação.
  • Documento Único do Detran de Arrecadação Original (Duda) pago;
  • Se a documentação varia de acordo com o estado, o procedimento também. Aqui no Rio Grande do Sul  é possível fazer a solicitação em qualquer Centro de Formação de Condutores (CFC).
  • O valor da Segunda via CNH no Rio Grande do Sul é R$ 51,84

Adv. Linda Ostjen Couto

lindaostjen@gmail.com

 

 

Anúncios